Aspectos físicos do solo em diferentes sistemas de manejo como indicador de sustentabilidade

Authors

  • Bruna Stephane Nascimento da Silva Universidade do Estado do Pará (UEPA), Marabá - PA, Brasil
  • Ellen Patrícia Nascimento Universidade do Estado do Pará (UEPA), Marabá - PA, Brasil
  • Victória Oliveira Assunção Lima Universidade do Estado do Pará (UEPA), Marabá - PA, Brasil
  • Larissa Carvalho de Oliveira Universidade do Estado do Pará (UEPA), Marabá - PA, Brasil
  • Nássila Ribeiro Galina Universidade do Estado do Pará (UEPA), Marabá - PA, Brasil
  • Gleidson Marques Pereira Universidade do Estado do Pará (UEPA), Marabá - PA, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.29327/multiscience.2021001

Keywords:

assentamentos rurais, física do solo, qualidade do solo

Abstract

Com objetivo de avaliar as características físicas dos solos em áreas sob diferentes usos no Projeto de Desenvolvimento Sustentável Porto Seguro, localizado no município de Marabá - PA, foram utilizados indicadores físicos do solo, como a densidade do solo que influencia diretamente na densidade de partículas e porosidade do solo. Foram coletadas amostras de solo na camada de 0 a 15 cm pelo método de anel volumétrico (MAV), segundo Embrapa (1997) de áreas pertencentes a três diferentes usos (mata nativa, sistema agroflorestal - SAF e cultivo de mandioca). Os resultados foram submetidos à análise de variância ANOVA e a comparação entre as médias foram feitas pelo teste de Tukey a 5% com auxílio do programa PAST. O SAF implementado não só ajudou na proteção como melhorou as qualidades físicas do solo, aumentando o fornecimento de matéria orgânica que ajuda na formação de agregados e, por conseguinte, ajuda a conservar os macroporos que são importantes para o processo de infiltração.

References

Castro MA, Cunha FF, Lima SF, Paiva VB, Leite DAP, Magalhães FF (2012) Atributos físico-hídricos do solo ocupado com pastagem degradada e floresta nativa no Cerrado Sul-MatoGrossense. Brazilian Geographical Journal: Geosciences and Humanities Research Medium 3: 498-512.

Dalben AD, Osaki F (2008) Atributos físicos do solo de um cambissolo hápliom floresta nativa e de Pinus taeda. Revista Acadêmica de Ciências Agrárias e Ambientais 6:29-37.

Dexter AR (2004) Soilphysicalquality. Part I. Theory, effectsofsoiltexture, densityandorganicmatter, andeffectson root growth. Geoderma 120:201-214.

Doran JW, Parkin TB (1994) Defining and assessing soil quality. In: Doran JW, Coleman DC, Bezdicek DF, Stewart BA (eds) Defining soil quality for a sustainable environment. Madison, SSSA, pp 1-20.

Embrapa (2006) Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília, 306p. Disponível em: https://www.agrolink.com.br/downloads/sistema-brasileiro-de-classificacao-dos-solos2006.pdf. Acesso em: 4 de junho de 2019.

Embrapa (1997) Manual de métodos de análise de solo. 2.ed. Brasília, 212p. Disponível em: https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/Manual+de+Metodos_000fzvhotqk02wx5ok0q43a0ram31wtr.pdf. Acesso em: 04 de junho de 2019.

Fonseca RR, Barbosa KSS, Jesus KE, Silva LM, Sousa NTB, Silva GR, Pauletto D, Otake MYF (2018) Densidade e umidade do solo em sistemas agroflorestais. Agroecossistemas 10:367-3741.

HAMMER, Ø (2017) Paleontologica Lst atistics Version 3.15. Reference manual. Natural History Museum, University of Oslo, 253 p. Disponível em: http://eeb.lu.lv/ftp/pub/TIS/datu_analiize/PAST/3.xx/past-3.15-manual.pdf. Acesso em: 23 de maio de 2019.

Kiehl EJ (1979) Manual de edafologia: Relação solo-planta. Piracicaba, Ceres, 262p. Disponível em: https://biblioteca.incaper.es.gov.br/busca?b=ad&id=4455&biblioteca=vazio&busca=autoria:%22KIEHL,%20E.%20J.%22&qFacets=autoria:%22KIEHL,%20E.%20J.%22&sort=&paginacao=t&paginaAtual=1. Acesso em: 1 de dezembro de 2020.

Klein VA (2008) Física do solo. Passo Fundo: EDIUPF, 212p. Disponível em: http://editora.upf.br/index.php/component/content/article/26-livros/76-fisica-do-solo-3. Acesso em: 01 de dezembro de 2020.

Luciano RV, Bertol I, Barbosa FT, Kurtz C, Fayd JÁ (2010) Propriedades físicas e carbono orgânico do solo sob plantio direto comparado a mata natural, num Cambissolo Háplico. Revista de Ciências Agrovetetinárias 2010:9-19.

Martini IC, Rosa DP, Trindade FS, Silva KPX, Lunedo P, Marcilli G (2014) Propriedades físicas de um Nitossolo sob diferentes usos de exploração agropecuária. RAMVI Getúlio Vargas 2014:1-12.

Silva VR, Reinert DJ, Reichert JM (2000) Comparação entre métodos do cilindro e do torrão na determinação da porosidade e da densidade do solo. Ciência Rural, Santa Maria 30.

Teixeira W, Fairchild TR, Toledo MD, Taioli F (2009) Decifrando a Terra. [S.1: s.n.]. Disponível em: https://bdpi.usp.br/item/001806435. Acesso em: 04/06/2019.

Vezzani FM, Mielniczuk J (2009) Uma visão sobre qualidade do solo. Revista Brasileira Companhia do Solo 33.

Vieira TA, Rosa LS, Vasconcelos PCS, dos Santos MM, Modesto RS (2007) Sistemas agroflorestais em áreas de agricultores familiares em Igarapé-Açu, Pará: caracterização floristica, implantação e manejo. Acta Amazônica 37:549-558.

Downloads

Published

2020-12-06

How to Cite

Silva, B. S. N. da, Nascimento, E. P., Lima, V. O. A., Oliveira, L. C. de, Galina, N. R., & Pereira, G. M. (2020). Aspectos físicos do solo em diferentes sistemas de manejo como indicador de sustentabilidade. Multidisciplinary Science Journal, 3, e2021001. https://doi.org/10.29327/multiscience.2021001

Issue

Section

Research Article