COVID-19 segundo as concepções dos alunos da Educação Básica na cidade de Belém, Pará, Brasil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.29327/multiscience.2021009

Keywords:

ensino, informação, fake news, pandemia, SARS-CoV-2

Abstract

O presente estudo investigou os conhecimentos prévios dos alunos da educação básica em relação aos sintomas, transmissão, prevenção e fake news associadas a COVID-19. O estudo foi realizado com alunos da educação básica da cidade de Belém, estado do Pará, por meio de questionário online. Participaram 217 alunos que: obtiveram informações da COVID-19 pela escola, televisão, amigos, e redes sociais. Eles relataram como sintomas: dificuldade para respirar, tosse, dor de garganta. A transmissão: espirro, tosse e contato com pessoas já infectadas. Prevenção: lavar as mãos com água e sabão, evitar aglomerações, cobrir o nariz e a boca ao tossir. Em relação às fake news, obtiveram as informações pela internet, redes sociais, e conversas com familiares. Verificam a veracidade das informações, acreditam que as fake news podem prejudicar a economia, gerar o caos no sistema público de saúde, distorcem notícias verdadeiras e geram pânico. Sua divulgação pode trazer malefícios para a população em geral. Portanto, acreditamos que os alunos podem contribuir com a conscientização de familiares e amigos em relação a COVID-19 e fake news.

Author Biographies

Erival Gonçalves Prata, Universidade Federal do Pará

Possui Graduação em Ciências Naturais pela Universidade Federal do Pará (2014), Especialização em Metodologia do Ensino de Biologia e Química pela Faculdade Integrada de Goiás FIG - Polo Breves (2017), Mestrado em Zoologia pelo Programa de Pós-Graduação em Zoologia da Universidade Federal do Pará/Museu Paraense Emílio Goeldi (2020). Doutorado em andamento pelo Programa de Pós-Graduação em Zoologia da Universidade Federal do Pará/Museu Paraense Emílio Goeldi.

Leandro Marques Correia, Universidade Federal do Cariri, CCT

Técnico em Química Industrial (CEFET-CE/2004), Graduado em Licenciatura em Química (UFC/2008), Bacharelado em Química Industrial (UFC/2010), Licenciado em Ciências Biológicas (UNIASSELVI/2020), Mestre (UFC/2012) e Doutor (UFC/2017) em Engenharia Química pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da Universidade Federal do Ceará. Atualmente, Servidor Público Federal ocupante do Cargo Técnico em Laboratório/Química, lotado no Centro de Ciências e Tecnologia, Laboratório de Química, Universidade Federal do Cariri, Campus Juazeiro do Norte-CE. 

Adriana De Almeida Sanches, Secretaria Municipal de Educação de Breves

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará. Especialista em Educação Especial e Inclusiva pela Faculdade Integrada de Goiás. Coordenadora pedagógica e professora nos anos iniciais do Ensino Fundamental na E.M.E.F. Dr. Lauro Sodré na rede municipal de ensino da cidade de Breves (PA).

Renan Ferreira de Sousa, Universidade Federal do Pará

CURSANDO LICENCIATURA EM QUÍMICA NA UFPA. CURSANDO TÉCNICO EM QUÍMICA NO IFPA.

Josiney Farias de Araujo, Universidade Federal do Pará

Mestrado no programa de pós-graduação em Ecologia pela Universidade Federal do Pará nas linhas de pesquisas Ecologia Funcional, Filogenética e Modelagem de Nicho. Especialista em Metodologia do Ensino de Biologia e Química através das Faculdades Integrada de Goiás, graduado em Ciências Naturais pela Universidade Federal do Pará e graduando em Química pela mesma instituição de ensino. 

Downloads

Published

2021-07-28

How to Cite

Gonçalves Prata, E., Marques Correia, L. ., De Almeida Sanches, A., Ferreira de Sousa, R., & Farias de Araujo, J. . (2021). COVID-19 segundo as concepções dos alunos da Educação Básica na cidade de Belém, Pará, Brasil. Multidisciplinary Science Journal, 3, e2021009. https://doi.org/10.29327/multiscience.2021009

Issue

Section

Research Article