• Abstract

    O deslocamento de sedimentos totais para os corpos hídricos lênticos como, por exemplo, nos açudes/barragens, pode ocorrer por ações antrópicas ou climáticos, que alteram a dinâmica biológica fitoplanctônica. O objetivo dessa pesquisa foi efetuar uma análise quantiqualitativa entre a inserção de sedimentos na qualidade da água e a interferência na taxa de fotossíntese do fitoplâncton em açudes/barragens. O método aplicado foi o de revisão sistemática, com abordagem dedutiva a partir de interpretações verdadeiras. Os dados obtidos e analisados indicaram que os açudes/barragens interferem na qualidade da água devido a inserção de sedimentos. Houve também a indicação de que as erosões, assoreamentos, ações antrópicas e intemperismos, promovem o carreamento deles, substâncias tóxicas e metais pesados, para os corpos hídricos. Logo, a sedimentação é um fator com alto grau de impacto sobre a qualidade da água, pois eleva a turbidez, dificulta a incidência luminosa, e consequentemente, interfere de forma negativa na produção primaria da comunidade fitoplanctônica e na normalidade do potencial hidrogeniônico.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Multidisciplinary Reviews

How to cite

Fonseca Filho, E. de S., Melo, E. E. P., Souza, G. B. de, & Pereira Júnior, A. (2019). Inserção de sedimentos na qualidade da água e a interferência na taxa fotossintética do fitoplâncton em açudes/barragens. Multidisciplinary Reviews, 2, e2019022. https://doi.org/10.29327/multi.2019022
  • Article viewed - 166
  • PDF downloaded - 71