• Abstract

    Os impactos são resultantes de uma simples relação de causa—efeito como, por exemplo, a falta de saneamento básico, o despejo de dejetos domésticos em locais inadequados e ao ar livre, o que contribui para a proliferação de doenças e degradação do meio ambiente. O objetivo dessa pesquisa foi a realização de uma análise a respeito dos impactos oriundos da disposição inadequada de dejetos humanos. O método aplicado à pesquisa, foi o de revisão integrativa que tem como base a Prática Baseada em Evidências (PBE), em relação à abordagem, ela é de caráter quantiqualitativa, os dados secundários enquadraram-se no recorte temporal situado entre 2010 e 2019. As bases de dados consultadas para a produção desta pesquisa foram:  Scientific Eletronic Library Online (SciELO), Coordenação de Pesquisa e Aperfeiçoamento do Ensino Superior (CAPES) e Google Scholar. Após a análise dos dados, foi evidenciado que o índice de doenças infeciosas atrelada a falta de saneamento básico é elevada (100%). Os dados indicaram também que 66,67% das literaturas nacionais identificaram estado de contaminação nos corpos hídricos e 33,33% no solo. Logo, o serviço de saneamento básico é um grande desafio para o estado e sociedade, por isso, é necessário desenvolver condições que possibilite uma implementação eficaz dele e principalmente, que seja acessível à todas as classes sociais, só assim, será possível um equilíbrio entre meio ambiente, economia e sociedade.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 Multidisciplinary Reviews

How to cite

Conceição, C. S. da, Santos, . K. C., Brito, R. P., & Pereira Júnior, A. (2020). Impactos ambientais causados pela disposição inadequada de dejetos humanos. Multidisciplinary Reviews, 3, e2020001. https://doi.org/10.29327/multi.2020001
  • Article viewed - 313
  • PDF downloaded - 95