• Abstract

    Os equinos são utilizados pelo ser humano por diversos motivos desde o início da civilização, sendo retirados da natureza para um novo modo de vida, que nem sempre condiz com sua animalidade. Atualmente, há movimentos para que os animais sejam tratados de forma mais ética, o que coloca os médicos veterinários como sujeitos importantes para garantirem que isto aconteça; e para isto, precisam de uma formação reflexiva. O objetivo deste estudo foi fazer uma mini-revisão para mostrar como a filosofia pode contribuir com a medicina veterinária, principalmente na reflexão sobre o ser animal, a ética no uso dos equídeos e para nossa sociedade, nas questões que envolvem animais não-humanos.

  • References

    1. Adorno TW (1995) Educação após Auschwitz. In: Educação e Emancipação. Paz e Terra, Rio de Janeiro.
    2. Andrade M (2010) A banalidade do mal e as possibilidades da educação moral: contribuições arendtianas. Revista Brasileira de Educação 15. doi: 0.1590/s1413-24782010000100008.
    3. Brasil (2019) Resolução nº 3, de 15 de agosto de 2019. Acessado em: 15 de setembro de 2020.
    4. Bruckner DW (2019) Philosophy and animal welfare science. Philosophy Compass. Doi: 10.1111/phc3.12626
    5. Deleuze G, Guatarri F (1997) Mil Platôs: Capitalismo e Esquizofrenia, volume 4. Editora 34, São Paulo.
    6. Fernandes M (2015) Cara de um, focinho de outro. Editora Butterfly, São Paulo.
    7. Fraser AF (1992) The Baheviur of the Horse. CAB Internacional, Wellingford.
    8. Gaarder, J (2012) O mundo de Sofia: Romance da história da filosofia. Companhia das Letras, São Paulo.
    9. Hayashi Y (2018) A estrutura da Ética da Compaixão de Schopenhauer em relação à Filosofia Transcendental. Revista de Filosofia Aurora. doi: 10.7213/19805934.30.049.ds12.
    10. Henriques RP (2018) O colapso de Turim: patografias de nietzsche e racionalidades médicas. Ciência & Saúde Coletiva. doi: 10.1590/1413-812320182310.25602016.
    11. McGreevy P (2004) Equine behavior. Elsevier Limited, London.
    12. Ministério da agricultura, pecuária e abastecimento (MAPA) (2017) Manual de Boas-Práticas de Manejo em Equideocultura. MAPA/ACE/CGCS, Brasília.
    13. Ministério da agricultura, pecuária e abastecimento (MAPA) (2015) Manual de boas práticas para o bem-estar animal em competições equestres. MAPA, Brasília.
    14. Network Veterinary Humanities (2020) Blog Veterinary Humanities. Acessado em: 15 de Setembro de 2020.
    15. OIE (2020) Welfare of working equids. Acesso em: 15 de Setembro de 2020.
    16. Pinillos RG, Appleby MC, Manteca X, Scott-Park F, Smith C, Velarde A (2016) One Welfare- A platform for improving human and animal welfare. Veterinary Record. doi: 10.1136/vr.i5470.
    17. Silva RB, Mendes JPS, Alves RSL (2015) The liquid concept in Zygmunt Bauman: contemporaneity and production of subjectivity. Athenea Digital. Revista de Pensamiento e Investigación Social. doi:10.5565/rev/athenea.1511.
    18. Viksten, SM, Visser, EK, Blokhuis HJ (2016) A comparative study of the application of two horse welfare assessment protocols. Acta Agriculturae Scandinavica, Section A — Animal Science. Doi: 10.1080/09064702.2016.1186726.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Multidisciplinary Reviews

How to cite

Pisa, J. P. N., & Leme, D. P. (2020). “O cavalo líquido”: Como a filosofia contribui para a Medicina Veterinária. Multidisciplinary Reviews, 4, e2021001. https://doi.org/10.29327/multi.2021001
  • Article viewed - 644
  • PDF downloaded - 189